quinta-feira, janeiro 25, 2007

Um dia pensei em não sentir mais saudade.

Pensei no amor fácil,
Ou no não-amor.

Pensei somente na dor.

Pensei na roda da vida que empacou.

No frio sem calor.

Pensei na...

Alma que se afogou,
nos prantos do meu amor.

Um comentário:

Antonio disse...

intimista
dolorido
mas racional