sábado, agosto 16, 2008

De lua diurna

À primeira vista
Não, das duas
Não, das suas
Rimas leoninas
Filhas duma
PLUMA
Numa
Anfetamina
Brindam
Garras felinas
Em carne crua
Minha sina.

Um comentário:

Rômulo disse...

Bem, não posso garantir que o humor vá melhorar, mas é sempre legal receber comentários novos, valeu pela tentativa, mesmo!