quinta-feira, outubro 08, 2009

Cor leonis

Senhora, e agora como lhe chamo
Se é dona do amor que tanto
Canto encanto como danço
Nessa brincadeira de adivinhar

Se a respeito no tratamento
Como posso dar um jeito
De equilibrar o que me acha
Ao cotidiano que é meu pesar

Pois é você pra cima e você pra baixo
Trocando vocativos, perdendo o lastro
De subestimados rótulos etiquetados
Eu, agora e a senhora acolá

Perdão pela empolgação
Meu pecado é sem ultrajes
Pois quando leio das suas letras
A empatia a torna meu lar.

Um comentário:

Nádia disse...

Começo de ciclo...Bons tempos...Temporada de "Flor(ES)DAMA".Bj