quinta-feira, outubro 23, 2008

marca vitrine

O sapato mais bonito eu comprei.
Cabelo de vermelho, eu pintei.
A cor dos meus olhos,
Também mudei.

Da saia, a mais curta.
O salto, o mais alto.
Curtos passos!
E meus admiráveis peitos
Em tamanho decote,
Feito convite a filhotes.


De repente ela chegou.


Eu só queria ser ela!
Na saia mais feia.
Eu só queria comprar ela!
O cabelo mais curto que o meu,
Secos como cor de palha.
E eu só queria ser ela...
Pois era mais bela do que sei.

Quase a perguntei onde segurança comprava eu,
Quase a perguntei como a usar brio meu,
Já que ela era eu.

Um comentário:

Blog Lokiparsifall disse...

Eu vivo me perdendo em espelhos, vivo me encontrando em encruzilhadas estranhas...

Nem sei mais quem sou