sexta-feira, setembro 26, 2008

Rainha de gelo

Fui fragrância de flores para abelhas
Açúcar para formigas e cio para fêmeas
Fui alimento da fome e água do sertão
Para missa fui o sermão

Fui tato para enxergar cores
Mente para o corpo e ar para homens
Fui a idéia de um esboço e combustível para o fogo;
Fui filha de afagos, armadilha para ratos.

Um comentário:

julio de castro disse...

deus salve a rainha.

beijão, moça.